pinnacle
Compartilhe

Molde.me aumenta em 160% a produção de confecções e modelistas

Startup catarinense desponta no mercado têxtil em todo o Brasil ao democratizar ferramenta digital de modelagem
PorRedação
pinnacle
Compartilhe

A ideia de democratizar ferramentas digitais de modelagem para confecções e pequenos negócios da moda norteia a trajetória de Tyara Nascimento e Luiz Nascimento desde 2018. A sociedade dos dois, que até então se restringia ao casamento, progrediu com a integração entre as áreas de design têxtil e engenharia de software rumo a um negócio que, em seis anos, despontaria no mercado em todo o Brasil. Sediada em Jaraguá do Sul (SC), a fashiontecMolde.me investe no atendimento e em melhorias constantes para uma nova geração de criadores. Hoje atende 500 clientes em mais de 12 países.

O negócio nasceu para facilitar a vida de modelistas, criadores de moda e confecções de diferentes portes a produzirem com mais qualidade, precisão e rapidez. “Observamos problemas nas áreas de modelagem e corte e decidimos criar uma solução inovadora para tornar acessível a modelagem digital”, relembra Tyara Nascimento. Por meio da automatização, a Model.me transforma, em poucos segundos, imagens em moldes com gradações e encaixes perfeitos, otimizando o tempo destinado ao trabalho, a produção e o processo criativo – além de reduzir o desperdício.

No lugar de fazer um grande aporte – muitas vezes inviável – para a compra de software similar do mercado, esse pequeno ou médio empreendedor paga uma mensalidade para usar o sistema Model.me com suporte técnico e armazenamento ilimitado em nuvem. “O dono do negócio não precisa ter muito recurso em caixa para sistematizar sua produção. Acreditamos que a moda é um mercado lucrativo para pessoas criativas, elas só precisam de ajuda para criar mais e melhor!”, revela Tyara, que tem 33 anos.

As mensalidades cabem em todos os bolsos, começam em R$ 99 e variam conforme os módulos contratados. Outro diferencial é a economia. No encaixe manual, o desperdício de tecido, que soma até 60% do custo de uma peça, pode chegar a 20%. A Molde.me pode gerar um aumento de 160% na produção de um modelista e de 10% na receita.

O empreendedor vai crescendo e precisando de mais soluções, assim todos crescemos juntos. Trata-se de uma estratégia de negócio e também da nossa missão.

Tyara Nascimento, empresária.

Tração de startup

O sistema que a Molde.me lançou em 2018 era consideravelmente mais simples do que a versão atual, de acordo com os sócios, que apostaram na inovação contínua, derivando na inclusão recorrente de módulos e funcionalidades. As atualizações do sistema chegam a acontecer em ritmo semanal. Como parte desse processo de aprendizado e melhorias, as sugestões dos clientes da Model.me são anotadas e estudadas, orientando a ordem de prioridade das entregas.

“Na área da moda, existe um estigma sobre ajustes na modelagem e estampa. Mas, numa startup, a mentalidade é oposta. Quanto mais negativo for o feedback, maior é a pista do que temos que fazer”, conta Tyara. Segundo ela, esse valor agregado já é percebido tanto pelo cliente quanto pelos investidores do mercado: “Você compra um negócio hoje e, daqui a seis meses, vai ser muito melhor e sem pagar a mais por isso”.

O Sebrae, segundo Tyara Nascimento, é um dos maiores propulsores do negócio, que se consolidou durante o Programa de Capacitação Startup SC, em 2017. Depois de serem selecionados pelo olhar inovador e alto potencial de crescimento, por sete meses, os sócios participaram de workshops e receberam mentoria para estruturar a Model.me. “Foi extremamente proveitoso para a Molde.me, que ainda era um projeto à época. Os aprendizados nos levaram a criar uma cultura de métricas e validação de produtos. É difícil fazer isso quando somos engolidos pelo dia a dia de um negócio.”

Transição da modelagem do papel 

A Model.me tem impulsionado um movimento de transição da modelagem do papel para o sistema tecnológico em milhares de profissionais da moda. Para acompanhar esses profissionais, a fashiontech promove treinamentos, consultorias, divulga conteúdo em redes sociais e vídeos para colaborar com o sucesso do usuário. O suporte on-line inclui tutorial orientando desde a criação de uma modelagem do zero, ao ajuste de uma manga bufante e uso das ferramentas mais avançadas.

“Os clientes, quando chegam, normalmente ainda trabalham com papel, então encaramos essa transição como um time e, para isso, trazemos conteúdos voltados para modelagem dentro da ferramenta.” Tyara destaca ser muito vantajoso ter clientes com o espírito de quem quer construir junto. “O mais gratificante é ver o impacto da Molde.me na vida das pessoas. Uma das histórias mais emocionantes é de uma mulher que conseguiu fazer uma grana extra para bancar o filho, que tem necessidades especiais. Ela estava fora do mercado desde que havia virado mãe para se dedicar aos cuidados com ele”, registra.

Internacionalização

O portfólio de clientes da Model.me avançou junto com os investimentos e melhorias do sistema, levando a startup a atender confecções de grande porte no Brasil e no mundo. A solução já é utilizada em 12 países, entre eles Nova Zelândia, Inglaterra, Itália, Portugal, França, Paraguai, Estados Unidos, Alemanha e Angola. “Queremos nos aproximar ainda mais do mercado internacional. Para profissionalizar essa internacionalização estamos adquirindo know how com empreendedores na mesma situação”, finaliza Tyara.

https://www.hnbtly.com
https://www.hnbtly.com

  • confecção
  • design têxtil
  • fashiontec
  • Moda
  • modelagem
  • molde
  • roupa