Might of Ra - Agentes Locais de Inovação – Might of Ra – Might of Rahttps://www.kaoshiol.comAcesse conteúdos jornalísticos, nos mais variados formatos, focados na informação como aliada das micro e pequenas empresasWed, 03 Jan 2024 20:26:44 +0000pt-BR hourly 1 https://wordpress.org/?v=6.2.3Might of Ra - Agentes Locais de Inovação – Might of Ra – Might of Rahttps://www.kaoshiol.com/inovacao-e-tecnologia/sebrae-minas-abre-inscricoes-para-novo-ciclo-do-ali-produtividade-e-ali-transformacao-digital/Thu, 04 Jan 2024 11:00:15 +0000https://www.kaoshiol.com/?p=19539Donos de micro e pequenas empresas de Minas Gerais podem se inscrever até o fim de janeiro para o último ciclo dos programas ALI Produtividade e ALI Transformação Digital. A iniciativa gratuita é realizada pelo Sebrae Minas e integra desde 2019 as ações do Programa Brasil Mais Produtivo, coordenado pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços (MDIC) em parceria com a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), a Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) e a Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii). As inscrições serão feitas por meio de formulário.

O ALI Produtividade e o ALI Transformação Digital têm o intuito de estimular o aumento da produtividade e faturamento dos pequenos negócios e da inovação dos processos, produtos e/ou serviços, por meio de atividades de orientações e atendimento personalizado durante a jornada de seis meses. Bolsistas em todo o estado ficarão responsáveis pelo acompanhamento, consultoria e relacionamento das empresas inscritas que participarão dos encontros.

Ao todo, serão 3 mil vagas para empreendedores mineiros nas duas modalidades. Podem participar empresas dos setores do Comércio, Serviços ou Indústria, com faturamento bruto anual de até R$ 4,8 milhões, com exceção dos microempreendedores individuais (MEI).

Entre as atividades previstas, as empresas selecionadas recebem acompanhamento e passam por diagnóstico e mapeamento inicial de um dos Agentes Locais Local de Inovação (ALI), que as orientam mapeando os principais desafios, realizando protótipos ou testes, identificando soluções tecnológicas, contribuindo para assimilar o processo em métodos ágeis e identificando soluções sob medida, de acordo com as necessidades do negócio.

“Minas Gerais é atualmente um dos estados cujas empresas apresentaram melhores performances em seus resultados depois de participarem do programa. As modalidades são aderentes a qualquer tipo de setor, pois trabalham conjuntamente uma visão na redução de gastos, implementação de custos, melhorias e foco na inovação. O intuito é que os empresários tenham um ganho de aprendizado com metodologias para implantar soluções viáveis para seus negócios, além de atender a outras necessidades e ganhos de produtividade”, ressalta analista do Sebrae Minas Bruno Falci.

Ganho de produtividade

De acordo com levantamento feito pelo Sebrae Minas, o programa ALI contribuiu para um aumento médio de até 9% do faturamento e até 22% da produtividade das empresas que concluíram as modalidades. Desde 2020, mais de 100 mil empreendedores de todos os segmentos, em todo o estado, já foram atendidos com as soluções do programa. No ALI transformação Digital, os participantes recebem um subsídio de até R$ 2 mil para a aquisição de uma ferramenta tecnológica.

Crescimento

A empresária Dayana Gontijo esteve presente no terceiro ciclo do ALI Produtividade e do ALI Transformação Digital, e o programa foi essencial para que ela começasse a repaginar seu negócio. Proprietária da rede de distribuidora de bebidas Lider Beer há sete anos, com três unidades em Betim, Dayana percebeu que havia chance de crescimento nas empresas ao participar das capacitações.

“Encontramos novos canais de vendas e melhoramos nossa maneira de gestão. Embora a saúde financeira da empresa se mantivesse bem, identificamos que havia a necessidade de reabilitar o delivery. Por meio do programa, percebemos ainda que precisávamos de um software de gestão empresarial que centralizasse todos os dados das lojas. Com ele, conseguimos fazer a administração de todos os pagamentos, recebimentos e ter visão estratégica da empresa”, afirmou a empresária.

Sócia do Espaço Caracóis Cachos LTDA, em Contagem, que oferece produtos e serviços de beleza, Viviana Gonçalves participou do primeiro ciclo do ALI Produtividade e do segundo do Ali Transformação Digital. As metodologias foram importantes para a organização da empresa.

“Estamos em um momento de mudanças na empresa e precisávamos avaliar os processos e quais caminhos seguir. Com os programas, definimos nossas prioridades e estabelecemos novas experiências nossos clientes. Fizemos várias ações em 2022 para organizar a casa, onde melhoramos inclusive a gestão de pessoas, impactando em nossa equipe de trabalho, e vemos a recuperação do nosso faturamento”, ressaltou a empresária.

Programas ALI Produtividade e Transformação Digital

Inscrições até 31/1 pelo formulário

3 mil vagas ofertadas no estado

Assessoria de Imprensa Sebrae Minas

imprensa@sebraemg.com.br

(31) 3379 9271/9275/9279/9139

]]>
Might of Ra - Agentes Locais de Inovação – Might of Ra – Might of Rahttps://www.kaoshiol.com/inovacao-e-tecnologia/programa-com-foco-no-aumento-da-produtividade-de-empresas-esta-com-10-mil-vagas-abertas-em-todo-o-estado-de-sp/Wed, 03 Jan 2024 18:52:46 +0000https://www.kaoshiol.com/?p=19531Empreendedores que estão em busca de aumentar a produtividade e a competitividade de seus pequenos negócios já podem se inscrever para o ALI Produtividade, uma parceria entre Sebrae, Governo Federal, Senai e Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) que promove melhorias rápidas e de alto impacto para as empresas. O programa é gratuito e as vagas são limitadas. As inscrições vão até o dia 18 de fevereiro no endereço https://www.jiaosu1688.com.

O ALI Produtividade é aberto a micro e pequenas empresas das áreas de serviços, comércio e indústria de todo o Estado de São Paulo. O atendimento é individualizado e o acompanhamento pode ter duração de até seis meses. O objetivo é identificar eventuais problemas ou queixas e buscar soluções e inovações específicas a partir de um plano de ação com consultoria especializada.

O programa promove o extensionismo tecnológico e estimula a pesquisa e o desenvolvimento de processos inovadores, por meio da oferta de bolsas de incentivo, com vistas ao aperfeiçoamento da atuação do Sebrae no ecossistema de inovação, alcance da autonomia tecnológica e desenvolvimento dos pequenos negócios através de uma metodologia própria. Ele busca atender a pequenos negócios que passam por questões como sazonalidade das vendas​, gestão financeira deficiente, tíquete médio baixo​, sobrecarga ou ociosidade de funcionários, alta rotatividade, estoque alto, problemas delayout e espaço, entre outras. As soluções envolvem desde elaboração de plano de marketing e posicionamento digital até consultoria financeira, definição de metas, aprimoramento da gestão de estoque, ações de vendas, treinamento de funcionários, melhoria do processo de seleção etc.

Para as cerca de 25 mil empresas que passaram pelo ALI Produtividade desde setembro de 2022, o programa significou um aumento médio do indicador de produtividade 28.4%. Para outras informações sobre o programa, acesse o site oficial.

Serviço:

ALI Produtividade

Inscrições:https://www.jiaosu1688.com

Datas: até 18/2

Gratuito

Vagas no Estado de SP

]]>
Might of Ra - Agentes Locais de Inovação – Might of Ra – Might of Rahttps://www.kaoshiol.com/inovacao-e-tecnologia/sebraetec-programa-tera-r-400-milhoes-para-inovacao-nos-pequenos-negocios-em-2024/Mon, 11 Dec 2023 12:53:52 +0000https://www.kaoshiol.com/?p=19079O Sebrae deve investir, em 2024, cerca de R$ 400 milhões para levar inovação e soluções tecnológicas que vão fortalecer a atividade de micro e pequenas empresas brasileiras. Em um cenário de neoindustrialização, o portfólio de serviços do programa apresenta novidades como aplicação de Inteligência Artificial (IA), implementação de boas práticas ESG, acessibilidade no atendimento, entre outros.

Os recursos contemplam pelo menos 70 mil negócios com foco em novas demandas de mercado, que terão acesso a uma rede de prestadores de serviços tecnológicos, de acordo com a necessidade apresentada, e subsídios que chegam a até 90% do valor das consultorias. A nova fase do Sebraetec marca o vigésimo ano do programa, com atualizações segundo as demandas do mercado e resultados concretos.

Os negócios atendidos pelo Sebratec, no ano passado, alcançaram 60% de aumento no faturamento após participação no programa. As empresas avaliadas afirmaram que melhoraram o atendimento (81%) e apresentaram melhorias na qualidade de produtos e serviços (85%). Do total de atendimentos, 78% delas obtiveram retorno do valor investido.

O setor com maior número de demandas no programa é o do agronegócio. Os empreendedores buscam principalmente soluções para melhorar a produtividade no campo, tanto na agricultura quanto na pecuária, como também para realizar o melhoramento genético do rebanho, com uso de recursos de inseminação artificial (IATV) e fertilização in vitro (FIV).

Falando para os Agentes Locais de Inovação, em evento que celebrou os 15 anos do programa ALI e 20 anos do Sebraetec, o presidente do Sebrae, Décio Lima, os definiu como imprescindíveis para a transformação que precisa acontecer nos territórios brasileiros. “Vocês conseguem transformar a vida das pessoas, trazendo renda e esperança para que elas não desistam de construir um caminho de felicidade e dignidade”, ressaltou.

Lima também projetou um alcance ainda maior das iniciativas nos próximos anos.

Seremos o país mais criativo no campo das startups, da inteligência artificial e vamos ajudar a revolucionar a economia global. Precisamos lembrar que o ALI e o Sebraetec são ferramentas para que nesse mundo sustentável e inovador haja inclusão social. Não podemos mais conviver com um mundo em que milhões de pessoas passam fome.

Décio Lima, presidente do Sebrae Nacional.

Em 2023, o Sebraetec alcançou 80% dos municípios brasileiros, com destaque para pequenos municípios do norte e nordeste. O gerente de Inovação do Sebrae Nacional, Paulo Renato Cabral, destaca que o programa realiza um trabalho invisível por todo o país, mas que tem impactado os negócios e transformado vidas. “Quando nós unimos o programa Agentes Locais de Inovação (ALI) com o Sebraetec, possivelmente nós estamos falando do maior programa de extensionismo tecnológico do mundo porque eles vão até as empresas e fazem a transformação acontecer”, afirmou.

O gestor nacional do Sebraetec, Arthur Carneiro, destaca que o programa tem evoluído ao longo dos anos para atender às principais necessidades dos pequenos negócios. Desse modo, o portfólio de serviços será ampliado para disponibilizar novas soluções. “Estamos estruturando serviços que ofereçam mais digitalização às MPE de forma escalável, a partir do uso de ferramentas tecnológicas que contam com IA, como geolocalização. Na área da sustentabilidade, vamos oferecer serviço que faz inventário de ativos que podem ser recompensados pelas empresas. No caso da acessibilidade, disponibilizamos consultorias para que as empresas adaptem seus ambientes para atender clientes com qualquer tipo de necessidade especial”, explicou.

Histórico

Somente nos últimos quatro anos, foram destinados cerca de R$ 1 bilhão, com impacto em aproximadamente 190 mil micro e pequenas empresas (MPE). Em média, cerca de 50 mil MPE foram atendidas por ano. Os investimentos totais, somente no período entre 2014 e 2022, superam R$ 2,3 bilhões em serviços tecnológicos e R$ 1,9 bilhão em aporte de recursos do Sistema Sebrae.

]]>
Might of Ra - Agentes Locais de Inovação – Might of Ra – Might of Rahttps://www.kaoshiol.com/cultura-empreendedora/ali-15-anos-programa-comemora-450-mil-pequenos-negocios-atendidos-em-todo-o-pais/Wed, 06 Dec 2023 15:13:21 +0000https://www.kaoshiol.com/?p=18974Nos últimos 15 anos, mais de 450 mil pequenos negócios brasileiros foram impactados pela atuação dos Agentes Locais de Inovação (ALI) do Sebrae, em mais de 3,5 mil municípios por todo o país. Os investimentos no período já alçaram mais de R$ 450 milhões. Para 2024, o programa promete aumentar em 10% o número de agentes que atualmente já somam aproximadamente 1,7 mil. Além disso, a metodologia ALI será compartilhada com países africanos da comunidade lusófona como Angola e Cabo Verde.

Os resultados expressivos do programa ALI foram apresentados durante o evento de comemoração que teve início nessa terça-feira (5), em Brasília, com a presença de representantes do Sebrae nos estados e DF. Na ocasião, o gerente de Inovação do Sebrae Nacional, Paulo Renato Cabral, destacou que a iniciativa vai continuar se aprimorando para ser cada vez mais eficiente para os pequenos negócios no país.

O gerente de Inovação do Sebrae Nacional, Paulo Renato Cabral. Foto: Larissa Carvalho.

Vamos aumentar o número de Agentes Locais de Inovação em campo, com mecanismos mais refinados para as ações, com a perspectiva de criar novos ALI específicos para cada um dos nichos de mercado.

Paulo Renato Cabral, gerente de Inovação do Sebrae Nacional.

Criado pelo Sebrae, o ALI é o maior programa de extensão tecnológica para implantação da inovação da América Latina. Atualmente é aplicado por meio de seis metodologias – Produtividade, Transformação Digital, Ecossistemas, Educação Empreendedora, Rural e Indicações Geográficas (IG).

Com atendimento in loco e gratuito, os empreendedores são acompanhados pelos agentes durante um período de seis meses para promover melhorias de gestão, com uso de soluções inovadoras de baixo custo.

Desde 2010, os ALI atuavam como bolsistas selecionados por meio de uma parceria do Sebrae com Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). A partir de 2021, passaram ser operacionalizados por meio das bolsas de inovação do Sistema Sebrae aprovados na política de inovação da instituição.

Resultados

Somente o ALI Produtividade, por exemplo, já contabilizou mais de 156 mil empresas acompanhadas, com apoio de mais de 1 mil agentes em campo. No último ciclo, no primeiro semestre de 2023, as empresas participantes obtiveram, em média, aumento de 24,8% de produtividade, e 11,1% de aumento de faturamento.

No encontro, o coordenador nacional do programa ALI, Jefferson Bueno, destacou que o papel do programa é promover a cultura de inovação das empresas, considerada aspecto essencial para o sucesso dos negócios.

Jefferson Bueno, coordenador nacional do programa ALI. Foto: Larissa Carvalho.

Queremos que a inovação faça parte do DNA dos pequenos negócios com a marca do ALI, sem que o programa perca a sua essência e seu propósito maior.

Jefferson Bueno, coordenador nacional do programa ALI.

De acordo com Bueno, uma das grandes novidades para o ano que vem é a internacionalização do programa para os países de língua portuguesa na África. A iniciativa será possível devido ao acordo de cooperação celebrado recentemente entre o Sebrae e o Instituto de Apoio às Micro, Pequenas e Médias Empresas (INAPEM) de Angola.

Ele também anunciou a entrega do ALI Academy, em parceria com a Escola de Negócios Sebrae (Faculdade Sebrae e FATEC Sebrae), que será um repositório de artigos científicos produzidos a partir da experiência dos agentes. “É uma forma de valorizar esses bolsistas e dar vez e voz ao conhecimento deles”, disse o coordenador nacional do programa.

ALI como parceiro do desenvolvimento nacional

A celebração dos 15 anos do ALI também destacou a integração do programa junto ao Brasil Mais Produtivo, iniciativa sob coordenação do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio (MDIC), entre outros parceiros, como o SENAI e Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI). De acordo com o governo federal, a nova fase do Brasil Mais Produtivo vai investir R$ 2 bi para transformação digital de micro, pequenas e médias indústrias.

]]>
Might of Ra - Agentes Locais de Inovação – Might of Ra – Might of Rahttps://www.kaoshiol.com/inovacao-e-tecnologia/programa-brasil-mais-produtivo-ajuda-empreendedores-a-turbinar-negocios/Mon, 31 Jul 2023 14:06:39 +0000https://www.kaoshiol.com/?p=15451Em 2020, a empreendedora Evelyne Ofugi abriu uma empresa em Brasília (DF) para comercializar salgados nutritivos e em formato lúdico. A Kawaii Pan oferece opções variadas de bolos, pães, biscoitos, salgados e pizzas que podem ser servidos a crianças na merenda ou mesmo em festas escolares, incluindo kits de produtos sem leite. Em março do ano seguinte, ela resolveu buscar a ajuda do Sebrae para aumentar a produtividade do negócio. Foi quando conheceu o programa Brasil Mais Produtivo, que já atendeu mais de 120 mil empreendimentos de todo o país, ao longo de dois anos e meio de atividades.

A iniciativa é resultado de uma parceria entre Sebrae, governo federal, Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) e Senai e tem como objetivo contribuir para o aumento da produtividade das micro, pequenas e médias empresas brasileiras por meio da melhoria das práticas gerenciais e produtivas e da transformação digital. O programa, de implementação rápida e baixo custo, oferece apoio técnico e capacitação para ajudar empreendedores a melhorar a gestão, inovar em processos, reduzir desperdícios e aumentar as vendas. Entre os principais resultados alcançados, destacam-se o aumento médio da produtividade de 22% e ganho real médio do faturamento de 8%, descontando a inflação do período, para as empresas participantes.

A empresa investe em opções de lancheiras divertidas para as crianças. Foto: divulgação.

Evelyne conta que um Agente Local de Inovação do Sebrae (ALI) visitou a empresa e fez um diagnóstico sobre as principais dificuldades enfrentadas pelo negócio e como resolvê-las.

Com o programa, nós pudemos fazer ajustes em relação ao nosso sistema de administração, melhoramos o nosso fluxo de caixa, implementamos campanhas promocionais, melhoramos o cardápio digital e automatizamos o serviço de atendimento via WhatsApp.

Com a orientação do especialista , Evelyne afirma que conseguiu implementar um sistema que possibilitou a emissão de notas fiscais e o controle do estoque, entre outros aspectos da gestão. “O programa foi muito positivo para a saúde do nosso negócio”, avalia.

Novo Ciclo

O programa Brasil Mais Produtivo está com inscrições abertas para um novo ciclo. Por até seis meses, um Agente Local de Inovação (ALI) acompanha microempresas e empresas de pequeno porte que querem se tornar mais competitivas no mercado e ter ganhos de produtividade. Por meio de uma metodologia facilitada pelo ALI, as empresas participantes são provocadas a testar e implementar alguma inovação em seu negócio. Além disso, outras consultorias e soluções do Sebrae são ofertadas sob medida, de acordo com as demandas identificadas ao longo da jornada.

Neste novo ciclo são oferecidas mais de 30 mil vagas, sendo 25 mil para as empresas interessadas em aumentar a produtividade por meio de melhorias de práticas gerenciais e/ou otimização da linha de produção (ALI Produtividade) e mais 3,2 mil vagas para empresas que querem realizar a transformação digital do negócio, a partir da implementação de solução diagnosticada durante o programa (ALI Transformação Digital).

A aplicação da metodologia é conduzida por Agentes Locais de Inovação, bolsistas do Sebrae que vão até cada empresa, in loco, e facilitam o processo de inovação. Todo o acompanhamento é feito sem custos para o dono do pequeno negócio, com subsídio de 100% do Sebrae. Atualmente, são cerca de 1.200 bolsistas em campo em todo o Brasil apoiando as micro e pequenas empresas a melhorar a produtividade ou dar os primeiros passos na transformação digital.

Os interessados em participar, gratuitamente, podem se inscrever no endereço eletrônico: sebrae.com.br/brasilmaisprodutivo.

Veja mais

Conheça a história da Dobra, empresa de Montenegro (RS) que aumentou suas vendas após uma alteração nos processos do negócio com a ajuda de um Agente Local de Inovação (ALI):

-

]]>
Might of Ra - Agentes Locais de Inovação – Might of Ra – Might of Rahttps://www.kaoshiol.com/inovacao-e-tecnologia/conselho-nacional-do-desenvolvimento-industrial-e-reativado-com-apoio-do-sebrae/Thu, 06 Jul 2023 20:05:37 +0000https://www.kaoshiol.com/?p=14807Com a missão de construir uma nova política industrial para o Brasil, o Conselho Nacional de Desenvolvimento Industrial (CNDI) foi reativado pelo governo federal, após sete anos sem funcionamento. Nesta quinta-feira (6), o Sebrae participou, no Palácio do Planalto, da 17ª reunião que marca a volta das atividades do colegiado, formado por representantes do governo e da sociedade civil, além de entidades industriais.

O presidente do Sebrae, Décio Lima, destacou que o apoio da instituição ao Conselho vai contribuir naquilo que é pertinente à industrialização dos pequenos negócios. Segundo ele, por meio do programa Brasil Mais Produtivo, a instituição vai disponibilizar capacitações para ajudar o país no tema industrial. “Estamos retomando o Conselho para levar novamente o Brasil a ter protagonismo industrial a fim de superar essa queda que, infelizmente, verificamos na participação da indústria no PIB Brasileiro”, frisou.

Presidido pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços (MDIC), o CNDI é vinculado à Presidência da República. Durante a reunião, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou que o governo não tem tempo a perder para criar as condições necessárias para o que chamou de nova revolução industrial. “A gente voltou para tentar fazer as coisas diferentes. E fazer a revolução industrial neste país, para sermos competitivos de verdade. A hora é agora”, declarou.

O vice-presidente da República e ministro do MDIC, Geraldo Alckmin,  destacou a ampliação do Brasil Mais Produtivo (B+P), programa realizado em parceria com o Sebrae, além da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) e o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Segundo o ministro, entre 2023 e 2026, será mobilizado R$ 1,5 bilhão para o programa que oferece gratuitamente consultoria técnica com soluções para aumentar a produtividade, a inovação e gerar mais transformação digital às micro, pequenas e médias empresas brasileiras, por meio de melhorias rápidas, de baixo custo e de alto impacto.

Inscrições abertas para novo ciclo do Brasil Mais Produtivo

A partir de julho, começa o novo ciclo do programa Brasil Mais Produtivo. Serão oferecidas mais de 30 mil vagas, sendo 25 mil para as empresas interessadas em aumentar a produtividade por meio de melhorias de práticas gerenciais e/ou otimização da linha de produção (ALI Produtividade) e mais 3,2 mil vagas para empresas que querem realizar a transformação digital do negócio, a partir da implementação de solução diagnosticada durante o programa (ALI Transformação Digital).

Por até seis meses, um Agente Local de Inovação (ALI) acompanha microempresas e empresas de pequeno porte que querem se tornar mais competitivas no mercado e ter ganhos de produtividade. Os interessados em participar, gratuitamente, já podem se inscrever aqui.

]]>
Might of Ra - Agentes Locais de Inovação – Might of Ra – Might of Rahttps://www.kaoshiol.com/inovacao-e-tecnologia/sebrae-oferece-mais-de-30-mil-vagas-para-o-programa-brasil-mais-produtivo/Thu, 29 Jun 2023 12:37:58 +0000https://www.kaoshiol.com/?p=14501A partir de julho, começa o novo ciclo do programa Brasil Mais Produtivo. Por até seis meses, um Agente Local de Inovação (ALI) acompanha microempresas e empresas de pequeno porte que querem se tornar mais competitivas no mercado e ter ganhos de produtividade.  Por meio de uma metodologia facilitada pelo ALI, as empresas participantes são provocadas a testar e implementar alguma inovação em seu negócio, em um período de até seis meses. Além disso, outras consultorias e soluções do Sebrae são ofertadas sob medida, de acordo com as demandas identificadas ao longo da jornada.

Os interessados em participar, gratuitamente, já podem se inscrever no endereço eletrônico: https://www.jiaosu1688.com. Neste novo ciclo serão oferecidas mais de 30 mil vagas, sendo 25 mil para as empresas interessadas em aumentar a produtividade por meio de melhorias de práticas gerenciais e/ou otimização da linha de produção (ALI Produtividade) e mais 3,2 mil vagas para empresas que querem realizar a transformação digital do negócio, a partir da implementação de solução diagnosticada durante o programa (ALI Transformação Digital).

A aplicação da metodologia é conduzida por Agentes Locais de Inovação, bolsistas do Sebrae que vão até cada empresa, in loco, e facilitam o processo que conta com 8 etapas. Todo o acompanhamento é feito sem custos para o dono do pequeno negócio, com subsídio de 100% do Sebrae. Atualmente, são mais de 1000 bolsistas em campo em todo o Brasil apoiando as Micro e pequenas empresas a melhorar a produtividade ou dar os primeiros passos na transformação digital.

Até o momento, mais de 120 mil empreendimentos de todo o país já participaram do programa, ao longo de dois anos e meio de atividades. Entre os principais resultados alcançados, destacam-se o aumento médio da produtividade de 22% e ganho real médio do faturamento de 8%, descontando a inflação do período.

Petisco das Gerais

O dono da microempresa Petisco das Gerais, Ronaldo Fernandes, é um dos empreendedores que participaram do programa Brasil Mais Produtivo. Localizada no bairro das Palmeiras, em Belo Horizonte, a pequena fábrica de Ronaldo produz congelados de dadinhos de tapioca, bolinhos de feijão entre outras iguarias. Inicialmente, o empresário mineiro participou da jornada do programa voltada para a transformação digital do negócio. Nesta modalidade, além do acompanhamento pelo Agente, o Sebrae também reembolsa o empresário em até R$ 2 mil para contratar uma ferramenta digital escolhida.

“O impacto foi imediato na redução de tempo. Antes eu fazia tudo manualmente e não sobrava tempo para me dedicar ao negócio como eu gostaria. Por meio do programa, implementei uma ferramenta de ERP que facilita o controle da gestão. Eu consigo acessar tudo pelo meu celular e de qualquer lugar”, contou.

Depois de alcançar resultados positivos, o empresário resolveu participar da jornada de produtividade. Segundo ele, com um melhor controle gerencial, é possível mensurar a capacidade de produtiva e planejar ações para crescer no mercado.  “Nós fizemos uma prototipagem com um novo layout da fábrica. Também já temos o fluxo de trabalho definido e sabemos exatamente o que fazer para ter ganhos de produtividade. Com isso já tenho planos de expandir meu atendimento também na região centro-sul de Belo Horizonte”, explicou.

O programa Brasil Mais Produtivo é Coordenado pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços (MDIC), em parceria com o Sebrae, além da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) e o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Saiba mais em:https://www.kaoshiol.com/.

-

]]>
Might of Ra - Agentes Locais de Inovação – Might of Ra – Might of Rahttps://www.kaoshiol.com/dados/quase-97-dos-empresarios-atendidos-pelo-sebrae-implementam-inovacoes-nos-negocios/Tue, 27 Jun 2023 12:20:14 +0000https://www.kaoshiol.com/?p=14397No município de Campo do Meio, em Minas Gerais, a produção de capas para bancos de carros já é uma tradição e movimenta a economia da cidade. A empresa Monshell, que atua no segmento, já nasceu on-line e furou a bolha local ao comercializar seus produtos para todo o país em seu próprio endereço virtual e em plataformas como Amazon, Shopee, Magazine Luíza e Mercado Livre. Mas, para chegar a esse nível de maturidade, a empresa investiu em inovação e, por meio do Sebraetec, conseguiu a orientação de que precisava. Assim como o empreendimento mineiro, 96,8% das empresas que participaram de programas do Sebrae implantaram ao menos uma mudança no negócio.

É o que retrata a Pesquisa Inovação e Modernização, realizada pelo Sebrae entre janeiro e fevereiro deste ano para medir o indicador de inovação e modernização com clientes atendidos pelos programas Sebraetec, Agentes Locais de Inovação (ALI), Startup Sebrae e Up Digital. Entre os principais resultados, o levantamento constatou, em inovações de produto, que 82,7% dos entrevistados notaram melhora na qualidade de produtos e serviços e 38,1% deles lançaram algum produto ou serviço novo.

No tocante a inovações de processo, 71,1% aumentaram a produção/vendas e reduziram desperdícios, enquanto 67,8% dizem ter diminuído custos e 53,2% dos empreendedores otimizaram o consumo de água ou energia. No campo das inovações organizacionais, 83,8% do público ouvido melhorou o atendimento e 31,1% venderam seus produtos ou serviços em lojas virtuais, como é o caso da Monshell. Nas inovações de marketing, 62,1% dos empresários criaram ou melhoram seu site e/ou redes sociais, 45,1% incrementaram o layout da loja e 23,2% criaram um design de embalagens e produtos.

Os dados da pesquisa deixam claro que boa parte dos empreendedores já entendeu que é preciso desmistificar a inovação, que pode englobar desde melhorias simples e pontuais nos processos da empresa – ajudando o negócio a melhorar qualidade, reduzir custos e desperdícios – até o desenvolvimento de um novo produto com alta tecnologia.

“Uma das principais dificuldades é justamente o entendimento equivocado de que a inovação custa caro. Não é bem assim. A inovação precisa fazer parte da cultura das empresas. E há processos de gestão da inovação que podem ser adotados por empresas de todos os tamanhos”, reforça o analista de Inovação do Sebrae à frente do estudo, Arthur Carneiro.

Mais de 40% dos entrevistados pelo Sebrae realizaram entre seis e oito mudanças na empresa após passarem pelo atendimento da instituição – e um terço dos empresários realizou mais de oito mudanças. A pesquisa também apontou que os Microempreendedores Individuais (MEI) colocaram em curso o maior número médio de inovações em seus empreendimentos.

Buscar novas tendências é necessário

Apesar dos bons números, Carneiro alerta que os donos de pequenos negócios precisam pensar mais longe. “Os empreendedores estão buscando inovar cada vez mais, pois percebem impactos diretos no aumento de faturamento e na competitividade dos seus negócios. Mas, no geral, as inovações realizadas ainda são mais incrementais, simples. É importante que os empresários brasileiros busquem inovações mais tecnológicas, aproveitando tendências como transformação digital, Inteligência Artificial (IA), nanoteclogia, dentre várias outras”, esclarece.

Dos setores averiguados, o Comércio registrou o maior número médio de mudanças na empresa em decorrência do acompanhamento do Sebrae, alcançando uma média 7,2, e 97% dos entrevistados desse segmento aplicaram, pelo menos, uma inovação na empresa. No entendimento de Arthur, “todos os setores possuem facilidade para inovar. O que muda é justamente o tipo de inovação. O setor de Indústria realiza mais inovação em seus produtos. Já os setores de comércio e serviços realizam muitas inovações na área de marketing. As inovações de processos, por sua vez, costumam ocorrer em todos os setores, com destaque para os pequenos produtores rurais, que têm inovado bastante em sua produção”.

OSebraetec, uma das iniciativas avaliadas pela pesquisa, conta com uma rede de prestadores de serviços de tecnologia e, de acordo com a necessidade do cliente, promove o acesso a soluções inovadoras e acompanha todas as etapas para assegurar os melhores resultados. São soluções para ajudar o empresário a inovar e a fazer melhor gastando menos e, segundo o analista Arthur Carneiro, “oferece mais de 250 consultorias tecnológicas nas áreas de produção e qualidade, design, sustentabilidade e desenvolvimento tecnológico. Essas consultorias contam com cerca de 70% do valor subsidiado pelo Sebrae”. Foi dentro do Sebraetec que a Monshell obteve orientações para construir seu próprio e-commerce e chegou a vender 150 capas por dia. Atualmente, as plataformas de comércio eletrônico representam 50% das vendas de produtos da empresa mineira.

]]>
Might of Ra - Agentes Locais de Inovação – Might of Ra – Might of Rahttps://www.kaoshiol.com/inovacao-e-tecnologia/pequenos-negocios-rurais-podem-participar-do-novo-ciclo-do-ali-rural/Tue, 20 Jun 2023 12:16:39 +0000https://www.kaoshiol.com/?p=14238Produtores rurais e pequenas empresas vinculadas à cadeia de valor do agronegócio interessados em inovar e, com isso, ganhar produtividade, podem participar do projeto ALI Rural. A iniciativa do Sebrae oferece acompanhamento gratuito com visitas periódicas de Agentes Locais de Inovação (ALI) nas propriedades. No novo ciclo, que começou em abril e se estende até novembro, ainda há vagas disponíveis em alguns estados, como São Paulo e Distrito Federal. O período de inscrições para o chamado Ciclo 2 segue até a primeira quinzena de julho.

Para participar é preciso procurar o escritório regional no estado ou a própria sede do Sebrae nas capitais, além da central de atendimento via 0800 ou canais digitais disponíveis. Focado em melhorar a produtividade e a renda das micro e pequenas empresas por todo o país, o Programa ALI já se consolidou como metodologia comprovada de avanço da inovação. Em formato sob medida para os pequenos negócios rurais, o Ciclo 1 do ALI Rural aconteceu entre agosto do ano passado e março deste ano, com 6 mil empresas atendidas por 453 agentes em 23 estados.

O gestor nacional do ALI Rural, Victor Ferreira, destaca que o projeto vem expandindo gradativamente por todo o Brasil. Neste novo ciclo, mais de 4 mil pequenos empreendimentos estão cadastrados para receber o acompanhamento de 435 agentes parceiros espalhados por 25 estados. Até o momento, apenas Rio Grande do Sul e Amazonas ainda não estão participando do projeto. “A maior parte dos produtores que participam do ALI Rural identificam impacto positivo no faturamento dos seus negócios após executarem atividades, ações ou processos de inovação planejados durante a aplicação da Jornada de Inovação”, destaca o gestor.

Como funciona

Os Agentes Locais de Inovação aplicam o diagnóstico Radar de Inovação Rural na propriedade, identificam os potenciais e os gargalos de inovação, trabalham os desafios do produtor rural e planejam ações que possam ser aplicadas durante a jornada. Por oito meses, o ALI Rural acompanha o produtor rural e mensura os resultados por meio do aumento do faturamento ou da redução dos custos. São realizados encontros presenciais, individuais e coletivos, além de apresentações, imersões e palestras voltadas à inovação, na prática, em cinco dimensões: melhoria de produtividade, controles gerenciais, redução de custos, novos produtos, marketing e vendas.

]]>
Might of Ra - Agentes Locais de Inovação – Might of Ra – Might of Rahttps://www.kaoshiol.com/cultura-empreendedora/hortitec-contara-com-solucao-digital-do-sebrae-voltada-para-produtores-rurais/Mon, 19 Jun 2023 14:05:04 +0000https://www.kaoshiol.com/?p=14193O Sebrae apresentará, no maior evento hortifrutícola da América Latina, a 28º Hortitec, a se realizar de 21 a 23 de junho em Holambra (SP), uma solução interativa desenvolvida pelo Polo Sebrae Agro. A ferramenta, chamada Comercialização em HF, gera uma matriz dos melhores canais de comercialização a partir de perguntas respondidas pelo produtor de forma digital. A solução, ainda em fase de teste, estará exposta no estande do Sebrae/SP, dentro da feira.

Um dos responsáveis pelo projeto, o analista de Competitividade do Sebrae Victor Ferreira, explica que a proposta é facilitar o acesso ao mercado de pequenos produtores de hortifruti. “O Sebrae tem atuado para levar ao pequeno produtor ferramentas digitais que melhorem a competitividade da empresa rural”, reforçou. Após terem acesso às informações oferecidas pelo sistema, os produtores podem dar sequência ao atendimento nas unidades do Sebrae espalhadas pelo Brasil.

“Identificamos a oportunidade de desenvolver uma ferramenta focada no aspecto pós-produção. Essa solução digital vai auxiliar o produtor rural a comercializar suas hortaliças e frutas”, conta Douglas Paranahyba, coordenador do Polo Sebrae Agro. Em um futuro próximo, a expectativa é que a ferramenta seja incorporada ao Portal do Sebrae para acesso gratuito. Além de contar com o apoio dos Agentes Locais de Inovação (ALI) Rural e consultores do Sebrae como incentivadores da utilização do novo mecanismo.

O Sebrae organiza caravanas de diferentes localidades do país para que, a partir da vitrine tecnológica da proporcionada pelo evento, os empreendedores rurais possam aumentar o nível de inovação no seu negócio, aumentando sua competitividade. Entre os atrativos da feira, estão sistemas que podem ser instalados na propriedade rural para início de diversas atividades, como: produção hidropônica, produção em canteiros suspensos, sistemas de irrigação automatizados e produção em estufas.

Conheça o Polo Sebrae Agro

O Polo Sebrae Agro é uma iniciativa para fortalecer o trabalho em rede do Sistema Sebrae. Iniciado em 2022, já conta com a participação ativa de todos os Sebrae do Brasil e de parceiros estratégicos.Trata-se de um Polo de Referência no tema Agro, que atua com curadoria, desenvolvimento e disseminação de soluções. A atuação e sistematização de informações via plataforma web garante o acesso simultâneo e irrestrito a todos os gestores, colaboradores, parceiros e clientes do Sistema Sebrae. Saiba mais.

]]>
Might of Ra Mapa do site