oddspedia - Like a Boss – oddspedia – oddspediahttps://www.kaoshiol.comAcesse conteúdos jornalísticos, nos mais variados formatos, focados na informação como aliada das micro e pequenas empresasWed, 06 Sep 2023 18:18:54 +0000pt-BR hourly 1 https://wordpress.org/?v=6.2.3oddspedia - Like a Boss – oddspedia – oddspediahttps://www.kaoshiol.com/inovacao-e-tecnologia/startups-vencedoras-do-sebrae-like-a-boss-2023-relembram-emocao-vivida-durante-o-startup-summit/Wed, 06 Sep 2023 18:00:20 +0000https://www.kaoshiol.com/?p=16491O último dia de Startup Summit foi marcado por uma verdadeira luta entre campeões. Um grande ringue azul e laranja, erguido em meio ao stand do Sebrae Startups, recebeu os lutadores finais do Desafio Sebrae Like a Boss 2023, que precisaram apresentar os seus negócios inovadores para os jurados em apenas 3 minutos. Dos 24 finalistas na categoria Mercado Doméstico, apenas três ocuparam o pódio no dia 25 de agosto, na capital catarinense.

O cinturão de ouro foi para a startup paraense Ocalev, que desenvolve e comercializa uma aplicação web que reduz em 10 vezes o custo de projetos elétricos, chamada Woca Elétrica. A empresa foi a primeira startup do norte do país a vencer o desafio. No entanto, os capixabas também se destacaram – e muito – durante a competição, como vencedores tanto no mercado nacional quanto internacional. As startups Persora e Converta, ambas do Espírito Santo, levaram, respectivamente, o 2º e 3º lugar na premiação para o Mercado Doméstico.

Ramon Villar, CEO da Ocalev, relembra o quão especial foi o momento do anúncio dos vencedores durante o Startup Summit 2023. O apresentador, que na hora da divulgação do resultado sempre anunciava primeiro o nome do estado, depois da startup vencedora, deixou o CEO extremamente surpreso ao ouvir o nome do Pará, que tinha duas startups como finalistas, a Ocalev e a ValidaPix. Primeiro porque a solução apresentada pela Ocalev tem uma característica muito técnica e segundo porque, de acordo com Ramon, foi difícil “bater” a concorrência com o Espírito Santo, cujo ecossistema o fundador fez questão de parabenizar pelo desempenho durante o desafio.

“Quando ouvi o nome do Pará, não acreditei. O barulho foi tanto que eu nem sabia se era a Ocalev ou a ValidaPix que havia ganhado na hora. Descobri porque vi nossa logomarca no telão por trás de vários braços. Subi ao palco ainda em estado de choque com o meu sócio. Minha maior alegria naquele momento era ver a comemoração da comitiva paraense que foi ao evento”, Ramon recorda, e diz ficar arrepiado somente de lembrar do momento.

Para Leonardo Bastos, CEO da Persora, mais do que troféu e outros prêmios, o melhor resultado para uma startup em uma competição como essa é ser bem avaliada por jurados muito qualificados. A empresa, que possui um software B2B capaz de entender times sob diferentes aspectos e implantar um novo conceito de cultura nas empresas, teve as expectativas muito superadas no Like a Boss.

Além da conquista de terminar como a 2ª melhor avaliada no desafio, Leonardo destaca a emoção que o ambiente gerou: “Um ringue de luta, público lotando a arquibancada, dinâmica intensa, corrida contra o cronômetro, torcida para os estados, adrenalina em alta. Ficamos bastante energizados com o nosso prêmio e os das outras três startups capixabas que estiveram no Startup Summit”, afirma.

A Converta subiu no ringue para a apresentação final muito confiante. Alexandre Moreira, CEO da startup capixaba, afirma que participar de uma competição nacional, diferente das que já haviam participado, gerou um “frio na barriga” a mais, mas não o suficiente para abalar a segurança na competição. “A energia do momento foi surreal e a feição das pessoas na arquibancada me deu mais confiança. Estávamos no caminho certo e ainda sobrou tempo”, destaca.

Como resultado, a startup de apenas um ano de vida, que possui um software capaz de transformar um site em um app nativo em poucos minutos, conquistou o 3º lugar no Desafio Sebrae Like a Boss. De acordo com Alexandre, a premiação serviu principalmente para validar a ideia inovadora que apresentaram. Segundo ele, possuir um produto inédito no Brasil, ter cases e números com resultados de clientes, corrobora não só com o entendimento dos jurados, mas também com a validação do negócio e sua escalabilidade.

A preparação das vencedoras para o desafio

Grande vencedora do Desafio Like a Boss, a paraense Ocalev recebe o prêmio do diretor-técnico do Sebrae Nacional, Bruno Quick.

Ocalev

Os resultados apresentados – A startup focou em apresentar resultados concretos durante a competição, de forma clara e objetiva. O “dever de casa” realizado diariamente, antes da competição, foi o de melhorar o valor que entregavam aos clientes e, consequentemente, os números, para levá-los ao desafio Sebrae Like a Boss.

Opitch – Foi aprimorado, tanto os slides quanto o roteiro, e avaliado por consultores do Sebrae do Pará, que ajudaram em algumas decisões finais da startup na competição. Atingiu a sua melhor versão na final do Like a Boss.

A agilidade e qualidade das respostas – Buscaram ser o mais objetivos possível e não demorar muito tempo nas respostas, de modo que os jurados pudessem entender o que queriam transmitir.

A startup capixaba Persora terminou em 2ª colocada no desafio, na categoria de Mercado Doméstico. Foto: Divulgação.

Persora

Dedicação e mentorias – Aproveitaram todas as mentorias, escolheram os temas que mais precisavam de ajuda e, quando puderam escolher, selecionaram os mentores com match com o produto/momento/necessidade.

Opitch – Ajustaram os pitchs de acordo com os pontos de melhorias que foram sinalizados.

Foco no propósito – Destacaram sempre o propósito da startup, colocando-o como responsável pela persistência.

O terceiro lugar do Desafio Sebrae Like a Boss premiou a Converta, mais uma startup do Espírito Santo. Foto: Divulgação.

Converta

Preparo e treinamento – Com um pitch claro em mente desde o dia zero, osfounders se preparam para os mais diversos tipos de perguntas de forma diferente para a competição, treinando o tempo todo um com o outro.

Cultura orientada para dados – Levaram os números da startup na ponta da língua, além dos cases que reforçam e validam a ideia.

O impacto da premiação para as startups

Para a Ocalev, vencer o Desafio Sebrae Like a Boss é uma grande validação, com uma premiação que ficará para a história da startup, atestada por dezenas de jurados que em algum momento avaliaram o negócio. O CEO, Ramon Villar, destaca que o principal resultado que já está sendo gerado é a facilidade de conseguir realizar conexões, uma vez que as instituições fazem mais questão de querer estar vinculadas à marca de alguma forma, o que pode ser muito valioso para futuras rodadas de investimentos. No entanto, reitera que do ponto de vista filosófico, o principal impacto da vitória é interno: “Ganhamos uma confiança e serenidade gigantes para podermos encarar os enormes desafios de negócios, técnicos e até mesmo pessoais que temos pela frente. Vencer o Desafio Sebrae Like a Boss já mudou pra sempre o modo como encaramos os nossos desafios de vida, algo que vai muito além da própria empresa”.

A possibilidade de desenvolvimento com a premiação foi um grande impacto para a Persora que, no momento, está focada em reduzir o atrito (freemium), aumentar a personalização (I.A.) e o efeito de rede (maior alcance). “O Like a Boss, além de nos desenvolver, gerou grande visibilidade. Neste momento estamos trabalhando para testar um novo canal de tração e as mentorias da premiação nos ajudarão nessa nova etapa”, afirma o CEO Leonardo Bastos.

Com pouco tempo de vida, a Converta encara a premiação como uma grande oportunidade de fortalecer a empresa no mercado. “Será mais um passo de aprendizado, networking e conexão, em busca do fortalecimento da empresa e da aquisição de novos clientes. Sem dúvida uma experiência que marcou nossa história”, conclui Alexandre Moreira, CEO da startup.

Sobre o Sebrae Startups

A plataforma Sebrae Startups agrega iniciativas de capacitação, conexão e fortalecimento de empresas em early stage para fomentar o empreendedorismo inovador em todo o Brasil. O novo projeto engloba a capilaridade e a força da marca Sebrae para criar a maior rede de startups da América Latina. O objetivo é desenvolver o setor tecnológico em todas as regiões do país.

]]>
oddspedia Mapa do site

1234